Notícias > Irmã Dulce, montado por Tainá Diniz, estreia dia 27 de novembro

1-cartela_irmadulce interior

27.NOV.14 |“Irmã Dulce” narra a trajetória da beata indicada ao Nobel da Paz e chamada em vida de “Anjo Bom da Bahia” graças a sua dedicação abnegada aos necessitados, doentes e miseráveis. Capaz de atravessar Salvador de madrugada para amparar um menino de rua ou de pedir dinheiro a políticos em pleno palanque, Irmã Dulce enfrentou o preconceito, o machismo e os dogmas da igreja, além de sua própria doença respiratória, para construir sua obra social. Candidata à canonização, a religiosa reúne três qualidades definidoras dos brasileiros: fé, alegria e obstinação.

O filme foi dirigido por Vicente Amorim e montado por nossa associada Tainá Diniz (montagem adicional de Manga Campion e Eduardo Hartung, assistência de montagem de Rodrigo Ambar e Clarice Mittelman).

Tainá Diniz nos contou com exclusividade sobre o trabalho:

Uma característica importante do processo de edição do Irmã Dulce foi lidar com o prazo. Devido a data de lançamento, tínhamos um tempo determinado e curto para editar. Então abrimos mais frentes: uma em São Paulo, com o Manga, e outra no Rio, com o Edu, ambos focados em trechos específicos. Contamos também com dois assistentes e uma planilha para organizar tudo!

O que parecia um fator limitante acabou sendo uma das melhores surpresas do processo. Trabalhar com uma equipe grande foi um catalisador de idéias. Nossa troca de impressões e sentimentos fez com que o filme levasse o melhor de cada um. Ganhamos ao ter uma equipe integrada, dedicada e sincera.

Trailer:

Compartilhar